sábado, 4 de agosto de 2012

Direto Do Divã

Leonard Conhn tinha 29 anos quando publicou,
em 1963,a brincadeira  Favorita
(Cosac Naify,
248 págs,,R$40).
a data antecede em quatro anos
o primeiro disco do cantor canadense , mas só
agora o público brasileiro tem  a chance de
conhecer esse seu lado
escritor (dois romances e
um punhado de poemas). o livro registra a
juventude de um judeu boêmio, lawrence
Breavman. ele parte de montreal  a nova york
deixando no caminho uma tralha de amores
adolescentes, amizades terminadas , sexo desastrado, pequenas
felicidades, trabalhos vazios e brigas familiares.em capitulos
curtos, o autor deita no divã com seu personagem ao levantar,
desenha um jovem em busca de sentido e que espelha a frase de
Freud:é um pobre diabo, como todos nós.