domingo, 18 de dezembro de 2016

REAL MADRID É CAMPEÃO DO MUNDO

O Real Madrid conquistou neste domingo, em Yokohama, no Japão, o pentacampeonato mundial de clubes e se tornou o maior ganhador da competição, superando o Milan, que tem quatro. Mas não foi com a facilidade que todo mundo esperava. O título aconteceu na prorrogação, quando Cristiano Ronaldo marcou gols decisivos (ele fez três no jogo) e espantou o risco da zebra diante do Kashima Antlers, campeão japonês. A vitória por 4 a 2 teve momentos dramáticos para a equipe espanhola, que chegou a estar atrás no placar na segunda etapa do tempo normal.

Foi uma partida de muito sofrimento, não esperávamos que eles jogassem tão bem, mas também jogamos bem. Mas final é assim mesmo, tem que ser com sofrimento - disse Cristiano Ronaldo, eleito o craque da final. - Finalizei um ano perfeito, eu e meus companheiros, e quero agradecer muito aos meus companheiros, porque sem eles eu não conseguiria fazer nada - comentou o atacante, campeão do mundo e europeu com o Real Madrid e campeão também da Eurocopa, com a seleção de Portugal, em 2016.
Palmeiras tem oito na seleção do Brasileirão, Gabriel Jesus é o craque
Jaílson, Jean, Mina, Tchê Tchê, Moisés, Dudu e Gabriel Jesus, além do técnico
Cuca, foram escolhidos. Danilo, da Chapecoense, foi eleito o Craque da Galera

A seleção do campeonato teve na defesa o goleiro Jaílson (Palmeiras), o lateral-direito Jean (Palmeiras), os zagueiros Geromel (Grêmio) e Mina (Palmeiras), além do lateral-esquerdo Jorge (Flamengo). O jogador rubro-negro brincou com o atacante Gabriel Jesus, como um dos que mais "perturbam" os defensores.

O meio de campo teve mais três do Palmeiras: Tchê Tchê e Moisés foram os melhores volantes. Dudu foi o melhor meia canhoto, enquanto Diego, do Flamengo, foi o melhor meia destro. Os atacantes foram Gabriel Jesus, também do Alviverde, e Robinho, do Atlético-MG. O jovem do Palmeiras comentou como o atleticano foi importante na sua infância.
- É um ataque que tem juventude e experiência, um cara que eu assistia jogar quando era pequeno. Eu ficava jogando bola na rua, cada um era um jogador. Às vezes, eu era o Ronaldinho, o Ronaldo, e também o Robinho. São craques da bola, que fizeram parte da minha infância - disse Gabriel Jesus.
Cuca foi o melhor técnico do Brasileirão. O técnico do Palmeiras tentou ir à premiação, mas não conseguiu pousar no Rio de Janeiro, por causa da forte chuva na cidade.  Os artilheiros foram Diego Souza (Sport), Fred (Atlético-MG) e William Pottker (Ponte Preta). Apenas o atacante da Macaca esteve na cerimônia e agradeceu aos amigos e familiares pelo prêmio.
A revelação do campeonato foi o meia Vitor Bueno, do Santos, que destacou a importância do técnico Dorival Júnior.
- A minha posição de origem era no meio, e o professor Dorival me colcou na beirada, e vem dando certo.

A premiação teve ainda uma homenagem ao técnico Rogério Micale, comandante da seleção olímpica que conquistou a primeira medalha de ouro para o Brasil no futebol. O treinador foi presenteado com uma medalha. E lembrou que o início da caminhada do título foi conturbado, com dois empates, contra Iraque e Dinamarca.
- Os dois empates tiraram meu sono. Não por não confiar, mas porque a pressão era enorme. Quero agradecer a Deus, à minha família e a todos os profissionais que me ajudaram durante a campanha.
Também recebeu o troféu o vencedor do primeiro e-Brasileirão, Guilherme Fonseca Agostini, representante do Santos na competição.